Um Blog de histórias, desabafos e tudo o que nos der na real gana sobre uma das muitas Vilas Formosas deste país...
Sábado, 9 de Setembro de 2006
... no princípio era o Caos...

Gente que Escapou às Formigas

- Capítulo Menos Um -

 

ou

 

Fugas às Formigas – Parte 2

 – Capítulo Primeiro –

(p.f. lêr Prólogo - mais abaixo - antes de continuar)

 

Nota prévia: a “carta” que se segue NÃO é pura ficção. Os eventos e personagens nela retratados NÃO são mera coincidência com factos ou pessoas reais e o seu autor NÃO se responsabiliza  por eventuais danos físicos ou morais infligidos ou a infligir nos intervenientes – palavra do autor - (todos) Graças à Internet

.

 

“Galapitoquistão, Centro de Dia, Agosto de 2006

 

Querida filha, espero que esta vos encontre de boa saúde que nós por cá todos…, nem bem nem mal, antes pelo contrário.

 

Filha, sei que a tua vida não te permite visitar-nos (a mim e à tua mãe) sempre que desejas mas não te preocupes que tudo corre como Deus manda.

 

Ele olha por nós todos os dias: é Ele quem faz as compras para nos dar de comer, pois foi Ele que desistiu dos anteriores fornecedores que diariamente nos punham à disposição produtos com qualidade, receando que deixássemos de lhes comprar…, foi Ele que deixou de comprar aos comerciantes da nossa terra para ir … sabe Ele onde…, foi Ele que acabou com esse desperdício e agora tudo mudou: não há desperdício; nada se perde, tudo se transforma – em lucro… (desculpa estas filosofias baratas, mas sabes que a esclerose não perdoa…).

 

 Agora, e graças a Ele, a nossa casa é limpa com produtos que nós compramos e ainda temos que ter baldes, vassouras e esfregonas para as Senhoras limparem. Pois, porque agora e por decisão Divina, elas vêm a pé e não podem carregar com as coisas pelas ruas fora às costas. Bem sei que a nossa terra é pequena, que as ruas estão todas esburacadas, que os semáforos não funcionam mas impõem respeito, tornando difícil a circulação de automóveis,  e que isto não é a Santa Casa da Misericórdia (…palavras do Senhor… Graças a … - desculpa, filha, agora é o Alzheimer a fazer das suas…), mas o desperdício que era andarem a passear nas carrinhas de porta em porta só para nos limpar as casas… nos tempos que correm e para velhos como a gente, é muito!!! E são muitos os velhos como a gente!  E isto (seja lá o que “isto” for) não dá p’ra tudo – nova “palavra do Senhor” – Graças…!!!

 

É que, filha, tenta compreender, o Senhor não pode estar em todo o sítio, ainda que queira ser omnipresente e omnipotente, tudo o que conseguiu até agora foi ser prepotente!!! (… ai, ai… desculpa, filha : é a senilidade a dar sinas de si…).

Dantes, quando o Senhor não tomava conta de nós, havia reuniões quinzenais ou, no mínimo, mensais para decidir essas “tretas”, mas agora… reuniões para quê??? Só se for para comunicar as Divinas decisões e sabes que essas NÃO SE DISCUTEM: aceitam-se…

 

Não te esqueças que Ele tem muita responsabilidade às costas: não lhe chegava ter que olhar por uma terra onde quase só já há velhos como, ainda por cima, e deitando para trás o seu merecido descanso, aceitou tomar conta do …Lar, … dos Velhos, …e do Lar dos Velhos!

 

Olha filha, não te preocupes com a gente e desculpa não escrever mais mas é que são 6 da tarde e tenho que ir jantar. A ver se como bem porque o leitinho acabou! Pois, mais um dos desígnios do Senhor: não há dinheiro, logo corta-se na comida! Sim filha, quem janta às 6 da tarde não precisa de leite com bolachas!!! Se ficar com fome é porque não comeu ao jantar como devia ser! (A tua mãe não anda bem do estômago e não costuma comer tudo. Eu ainda não lhe disse p’ra ir ao doutor porque assim sempre sobra qualquer coisita para mim durante a noite… e também , a doutora ...são mais os dias que não vem que os que vem…)

 

Mas isso são outras conversas.

 

Um beijo deste que te adora e se assina…

 

Teu Pai



publicado por extramodum às 15:43
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De Cravadinho a 12 de Setembro de 2006 às 00:33
Das muitas noites que passámos juntos, guardo memória de uma em que exaustivamente discutimos a RAZÃO. O que é a RAZÃO, o que era para nós a RAZÃO, foi talvez aí que descobrimos que podem existir várias RAZÕES, a minha a tua, a de terceiros e que a nossa RAZÃO mesmo não coincidindo com a RAZÃO do outro, não faz com que percamos a RAZÃO.
Na altura julgo que não falámos de um tipo de RAZÃO: a RAZÃO DOS FACTOS. Neste ponto, qualquer aspirante a filósofo sabe que só conhecendo os FACTOS, descobrirá a RAZÃO.
ABRAÇOS!


De sei lá a 25 de Setembro de 2006 às 22:30
Só um aspirante a filosofo poderá pensar que os factos fundamentam a razão,
a razão , a minha, a tua a dele, coexistem , e essa é a força da razão, tal como disses-te!
a razão é uma vaidade do teu ego, que interessa a razão perante a luz da discussão ? apenas a procura do finalizar , esquece a razão , porque não a tens :)


De Anónimo a 12 de Setembro de 2006 às 16:39
Gostaria de deixar no ar uma dúvida...até que ponto a culpa do que em parte está a acontecer não será também de alguns utentes e talvez por ingenuidade de uma ou outra funcionária? Os comentários que se ouvem por vezes são "é um exagero a comida", "é só para estragar", "é um desperdício"...será que por vezes os utentes não se queixam em demasia acerca de tudo...ora vamos lá! vocês sabem como por vezes é difícil agradar aos idosos. Alguns que se queixam de barriga cheia, porque a fartura veio tão tarde!
Não quero que pensem que sou simpatizante da vertente política que assolou os últimos e únicos redutos do poder...mas há que ponderar muito bem tudo o que se ouve e tudo o que se diz...

Não posso deixar de manifestar a minha tristeza e preplexidade com o que fizeram às paredes do novo edífico do centro de noite...é vergonhoso ! quem foi deveria ser punido ! as paredes tinham sido pintadas à poucos dias! não há direito! a pessoa em causa pode ter muitos defeitos, mas esta atitude não é a melhor forma de contribuir positivamente para os progressos do centro de dia e muito menos da freguesia ! Quem se quiser manifestar...escreva no blog!


De extramodum a 14 de Setembro de 2006 às 15:45
Caro (a) "anónimo" (a) devo esclarecer o seguinte: quando nesta "carta" escrevo que o que ali aparece não é pura ficção, não é mesmo! Embora todo o texto seja ... pura invenção..., os factos existem (ou não seriam factos)! Utilizei uma "carta de um utente" fictício para suavizar um assunto que sei ser melindroso e sujeito a muitas discussões. Sei que nunca estamos satisfeitos com o que temos, ou não fossemos portugueses..., no entanto, acho de uma prepotência enorme tomar decisões que "mexem" com o bem estar dos utentes sem reunir uma assembleia para expor o assunto e ouvir outras opiniões! Afinal tratam-se de IDOSOS, pais, avós, tios ou familiares de alguém que não pode, por uma ou outra razão, tomar conta deles. São pessoas especiais que merecem atenções especiais, por muito que refilem e que custe a aguentar as "refilices" mas... quem não quer ser lobo, não lhe vista a pele! i.e.: ao contrário dos utentes, as funcionárias e os elementos da direcção, estão lá porque querem! E assumiram assim um compromisso: o de fazer o melhor que lhes for possível para que haja alguma dignidade nos ultimos tempos de vida daqueles que se dispuseram a servir.
Quanto às paredes, não sei o que se passou e, por isso, não comento. Mas critico tudo o que não for construtivo.
O tema não acaba aqui: esperem pela resposta a esta carta...
um abraço extra...modum.


De Anónimo a 14 de Setembro de 2006 às 18:55
Caro "extramodum" compreendi perfeitamente o conteúdo da carta e devo dizer-lhe que me ri imenso quando a li. Apenas tentei de certa forma, deixar no ar algumas interrogações. ..sabe? é que eu ouço muita coisa...
Afinal, esta Direcção entrou sem que outra lista houvesse para disputar o lugar. E devo dizer que a maioria dos utentes e até algumas funcionárias estavam desejosas para que o Jorge Correia entrasse- ia fazer milagres!!
Não estou satisfeito com o que se passa no Centro de Dia e também na Junta de Freguesia...eu semprei achei que dificilmente conseguiriam separar as águas! Até agora é uma tamanha promiscuidade!

Espero então pela resposta carta...mas sabe mesmo o que queria? que Jorge Correia abdicasse do cargo não só no Centro como também na Junta!
Cumprimentos!


De Anónimo a 15 de Setembro de 2006 às 10:26
Parabéns bloguista esclarecido. Conseguiste retrospectivar, as gentes, o povo e alguma cultura da nossa terra. As nossas raízes e o nosso orgulho de ter nascido aqui, leva-nos à revolta de tão mau governo, nesta Freguesia que deveria ser orgulho de todos e não o é. De quem é a culpa? Tu sabes! Por isso continua com a riqueza do teu blog para nos continuar a esclarecer……………


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29
30

31


posts recentes

Feliz 2007!!!

Há novidades no "Pró-Luz"

O debate vai longo...

É da discussão que nasce ...

... e no caos continuamos...

... no princípio era o Ca...

Gente que Escapou às Form...

Histórias de "Gente que E...

Este post é só para teste...

Novos Links sobre a Chanç...

arquivos

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Maio 2005

LINKS INTERESSANTES
blogs SAPO
subscrever feeds