Um Blog de histórias, desabafos e tudo o que nos der na real gana sobre uma das muitas Vilas Formosas deste país...
Terça-feira, 4 de Outubro de 2005
"A Revolta do Badalo"

sino1.gif

Os sinos da minha aldeia sempre tocaram do alto da Torre da Igreja, ecoando pelos campos com um som claro e audível a grandes distâncias, imposto pelo vigoroso badalo que impiedosamente se atirava contra o metal.


Chegaram, os sinos, a ser "vítimas" de sequestro por habitantes de uma aldeia vizinha, talvez (seguramente!) por inveja da sua qualidade sonora...


 Umas vezes associado ao relógio mecânico, dando sinal dos "quartos-de-hora", das meias-horas e das horas, outras pela mão de alguém (...alunos do Sr. Prior ou da catequese, "beatas" mais ou menos habilitadas a ... manusear o badalo... e, nos últimos anos, pelo funcionário "Multi-usos" da Junta - o Chico do Rui), foram comunicando às pessoas as mais diversas situações: missas, terços, funerais, fogos, etc.


O "manusear do badalo" requeria esforço (era necessário subir ao alto da torre) e alguma técnica, pois os toques não se limitavam a um simples repicar dos sinos, sendo antes uma "composição melódica" de duas notas distintas (uma de cada sino)...


Mas o tempo não perdoa nem os Homens, nem as máquinas... e o antigo relógio mecânico foi substituido por um electrónico, de última geração, com os toques horários programados de forma a fazerem mover os "martelos" que batem nos sinos.


Mais tarde, no mesmo equipamento electrónico foram gravados os outros toques... e o badalo deixou de ser "manuseado"... chegou o fim do trabalho manual... ah! mas ainda era necessário que alguém se deslocasse à Igreja e accionasse o equipamento... o badalo ainda "sentia" que alguém estava por perto para o fazer trabalhar!...


...foi alegria de curta duração: de acordo com as últimas informações, foi adquirido um TELECOMANDO para fazer accionar todo o equipamento à distância!!! É o total abandono para o badalo... não bastava todo o resto se não agora um telecomando!!!


Já não é preciso entrar na Igreja; já não é preciso subir à Torre; já não é preciso ... tocar no badalo... - Pode fazer-se tudo isso sentado na esplanada do café com uma geringonça electrónica... Pobre badalo... abandonado no alto da Torre, movido por meios mecânicos e ainda por cima, comandado à distância...


... BADALOS deste Mundo: UNÍ-VOS e TOCAI a rebate! Não desespereis: AINDA É NECESSÁRIO UM DEDO HUMANO no aparelho para Vos fazer atirar contra as paredes! (até quando??? nã interessa!) VIVA o BADALO!!!!



publicado por extramodum às 15:24
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Anónimo a 16 de Outubro de 2005 às 01:47
Vai a paxjulia.blogs.sapo.pt
é o novo blog para substituir o Portas de MértolaCravadinho
(http://paxjulia.blogs.sapo.pt)
(mailto:cravadinho@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Outubro de 2005 às 00:19
Nem mais!
É justa a revolta dos Badalos e já agora dos martelos tb, porque o que fazia soar as horas eram martelos e não os Badalos.
Algumas vezes toquei os badalos.Cravadinho
</a>
(mailto:cravadinho@sapo.blogs.pt)


Comentar post